• Da pré-história dos quadrinhos ao pós-modernismo gibístico!

    STAR WARS - Especial 10 Quadrinhos de Colecionador


    Os quadrinhos de Star Wars foram um impulso que George Lucas julgou necessário, já em 1977, para criar visibilidade para o filme que passava no cinema, com o visionário diretor literalmente cedendo os direitos de publicação da saga para a Marvel - editora com um histórico conhecido de licenciamento de produtos da TV e cinema. Esta relação abaixo contempla os quadrinhos que significaram algum marco da franquia em solo brasileiro, seja por primeira aparição, início de coleção, importância do material ou mesmo curiosidade.


    Bloquinho Extra Apresenta 5  (Editora Bloch)
    Simplesmente a primeira HQ de Star Wars publicada no Brasil. A despeito de todas as críticas já conhecidas sobre o trabalho editorial da finada Editora Bloch, esta foi a contemplada para apresentar a saga aos leitores tupiniquins. Esta edição compilava as seis primeiras edições do quadrinho Marvel Special Edition Featuring Star Wars publicadas nos EUA, lançadas como forma de criar público para a saga nos cinemas. Escritas por Roy Thomas (Conan) e ilustradas pelo Howard Chaykin (American Flagg!), as seis histórias adaptavam o roteiro do primeiro filme, com o Império Galáctico tocando o terror numa “galáxia muito, muito distante” e os revoltosos da Aliança Rebelde tentando uma cartada através de um Jedi. Atente para as cores chapadas e a propaganda na penúltima página, praticamente um print dos créditos do filme.
    Hulk 25 (Editora Abril)
    Após a iniciativa da Editora Bloch, Star Wars (chamado de Guerra nas Estrelas) só viria a ser publicada no Brasil sete anos depois, em junho de 1985, a partir deste número da revista Hulk (Editora Abril), trazendo o correspondente aos números 39 e 40 da Star Wars americana. Se trata da quadrinização do filme O Império Contra-Ataca (1980), aqui roteirizada por Archie Goodwin – também editor-chefe da Marvel - e desenhada por Carlos Gárzon. Cabe dizer então que até este momento o antigo Universo Expandido de Star Wars (hoje chamado de Legends, ou lendas), que havia sido iniciado na Star Wars número 7 americana (os seis primeiros foram publicados na Bloch), ainda não havia dado as caras por aqui, só as adaptações dos dois primeiros filmes. De quebra, quem tiver a publicação leva uma história do Hulk e um crossover editado entre Vingadores e Quarteto Fantástico.

    Star Wars - Império do Mal (Editora Abril)
    Primeira série lançada pela nova licenciadora de Star Wars nos quadrinhos, a Dark Horse, e que foi considerada como início do Universo Expandido por George Lucas, quando ele ainda detinha o controle do seu produto. Tenha em mente que história de Universo Expandido ainda era considerada nessa época como qualquer história de Star Wars que fosse contada em outro produto fora dos filmes, sejam em livros, quadrinhos, games etc., - e Lucas só admitia como Universo Expandido eventos ocorridos pós O Retorno de Jedi. Apesar desta minissérie se passar cronologicamente após os eventos do primeiro volume da Trilogia Thrawn, primeiro produto a narrar eventos pós-O Retorno de Jedi, a trilogia não foi considerada como parte do cânone de Star Wars e hoje é tratada como selo Legends. Outras revistas intitulam o material como Império Negro (mais fiel ao original).


    Star Wars 1 (Editora On Line)
    Mais duradoura revista mensal da saga no Brasil, publicada pela On Line, apresentava um mix de séries de Star Wars. No primeiro número, trazia Dark Times 1, Knights of The Old Republic 1, Rebellion 1 e Legacy 1, todas publicadas nos EUA a partir de 2006, mais algumas histórias memoráveis, como Star Wars: Vector. Aqui há pra todos os gostos: Dark Times se passa dezenove anos (19 BBY) antes do filme de 1977; a excelente Knights se passava milênios antes, protagonizada pelo errante Zayne Carrick; Rebellion entre o primeiro e o segundo filme;  e a envolvente Legacy se insere cerca de 130 anos após o primeiro filme, com os descendentes de Luke Skywalker. A revista durou 32 edições (não cumprindo a missão de completar as séries) e suas capas confusas, com cada edição destacando o logotipo de uma fase, deve ter deixado muitos jornaleiros doidos.
    Star Wars: Darth Maul (Editora Pandora)
    No samba do criolo doido que foi a publicação de Star Wars no Brasil, até a editora Pandora entrou na história. Ela foi a responsável por publicar esta, primeira história considerada do novo cânone, ou seja, um pouco antes de Star Wars Epísódio I - A Ameaça Fantasma. Não confundir cânone com universo expandido. Então, vamos recapitular, houve um universo expandido de George Lucas, um universo expandido à revelia de George Lucas (tudo fora dos filmes que se passasse antes do Episódio VI), e agora o universo expandido determinado pela Disney, que só reconhece as aventuras criadas após ter adquirido a LucasFilms, seja ela em qualquer mídia. Cânone para a Disney é tudo o que ocorreu nos filmes, na série Star Wars: The Clone Wars e mais o que seria gerado a partir da Disney. Todo o resto seria considerado lenda, literalmente (selo Legends, não-canônico).
    Comics Star Wars 1 (Editora deagostini)
    A não ser que você tenha bala na agulha para bancar toda a coleção da Editora Deagostini, composta de 70 volumes que reproduzem mais de 35 anos de quadrinhos da franquia, vale a pena destacarmos desta coleção a primeira edição, que, além da óbvia condição de item de colecionador (primeiro número), contém as 11 primeiras edições do clássico quadrinho Star Wars publicadas lá na década de 70, ou seja, a partir da sétima edição mostra o que seria o início do antigo universo expandido (as seis primeiras eram apenas adaptação do primeiro filme, lembra-se?). Com Roy Thomas no roteiro e desenhos de Howard Chaykin na maioria das histórias, esta edição é tanto um item obrigatório para o colecionador da saga como um ponto de partida para quem nunca assistiu nenhum filme da franquia, não sabe nada, e quer começar a partir de algum momento. 


    Sérgio Aragonés Esmaga Star Wars (Pandora Books)
    Alguém diria: “eu tenho um mau pressentimento sobre isso.” Depois de “destruir” a DC e “massacrar” a Marvel em 1996, nosso deadpool da vida real Sérgio Aragonés agora parte para esmagar Star Wars neste raro quadrinho de cerca de trinta páginas publicado em 2003 pela Pandora Books. Numa clara alusão à confusa linha temporal da franquia, a HQ traz na apresentação a nota: “Os acontecimentos de Sérgio Aragonés Esmaga Star Wars não ocorrem em momento algum da saga Star Wars... graças aos céus!”. Nela, nosso herói parte junto com Mark Evanier para tratar da nova revista a ser publicada pela Dark Horse e, como não poderia deixar de ser, [chamada Sessão da Tarde on] se metem em altas confusões com uma turma do barulho [chamada Sessão da Tarde off]. Um mimo de história para constar em qualquer coleção de Star Wars que se preze.


    Star Wars 1 (Panini)
    Disney estabelecida como nova dona, quadrinhos de Star Wars retornando às mãos da Marvel após uma ótima passagem pela Dark Horse, cronologia arrumada e os produtos agora trabalhando em sintonia sob uma única supervisão: só falta um quadrinho mensal. Eis porque o primeiro número de Star Wars (2015), publicado aqui pela Panini, tem tudo para se tornar um item raro de uma série que promete longevidade nas bancas e comic-shops,  dado o fôlego que a Disney pretende imprimir à franquia em todas as mídias pelos próximos anos. Com roteiro de Jason Aaron (Escalpo) e ilustrações de John Cassaday (Planetary, Surpreendentes X-Men) - note que os personagens correspondem aos rostos dos atores no cinema-, se passa logo após os acontecimentos do Episódio IV, com a destruição da Estrela da Morte. Vendeu "só" um milhão de exemplares nos EUA.


    Star Wars: Darth Vader 1 (Panini)
    A segunda publicação regular de Star Wars da Panini Brasil, cujo material, por ser inédito, não se choca com a publicada pela Editora Deagostini (diferentemente de quadrinhos publicados pela Panini sob o selo Legends, cujo material coincide com a da outra editora). Com a revista Star Wars vendendo horrores, a Marvel/Disney tinha que lançar mais títulos da franquia e aí vieram três séries regulares (não confundir com minisséries) Star Wars: Darth Vader, Star Wars: Kanan - O Último Padawan e Poe Dameron. No Brasil, a série Kanan foi incorporada pela Panini ao mix da revista Star Wars. Por sua vez, a série Star Wars: Darth Vader narra os acontecimentos ocorridos na Star Wars, porém pela perspectiva do Império. Cabe destacar que todas as séries são as meninas dos olhos da editora, e com as quais ela não se furta de contratar os melhores artistas em atividade: Mark Waid, Jason Aaron, Salvador Larroca, Maleev, entre outros.  

    Star Wars: Legacy (qualquer versão)
    Fã que se preze tem que ter Legacy na coleção. Os nerds velhos leitores de HQs reconhecerão o nome de John Ostrander (autor desta saga) pela sua caracterização do Esquadrão Suicida, muito antes desta ganhar as telas de cinema. Consta que Legacy é uma das melhores fases de Star Wars já publicadas, então qualquer material que contenha a série é válido (eu indicaria a pertencente à coleção Deagostini, correspondente aos volumes 49 a 54, devido ao excelente acabamento editorial; aliás, lembre que parte de Legacy foi publicada pela revista Star Wars da editora On Line). Se passa 130 ABY, após a morte do Imperador Palpatine. Uma pena a Disney não a considerar como parte da cronologia, mas creio que os fãs estão pouco se importando com o que a Disney vê como canônico, pois todo este material pretérito já tem lugar cativo no coração de quem adora a saga.  




    ED
    Um dia encontrou um download de um quadrinho com o crossover oficial entre Star Wars e Star Trek, mas quando foi baixar, o despertador tocou e acordou para a realidade crua da vida.

    0 comentários:

    Prato cheio de gibis (CTRL+F)

    100 balas 1001 Comics 2 Clicks para o Inferno 2001: Odisseia no Espaço 365 Samurai e alguns copos de arroz A Arte da Guerra em Quadrinhos A Canção da Magnun A Casta dos Metabarões A Era Metalzoica A Guerra de Luz e Trevas A Ilha do Tesouro A Lenda de Isis A Magia de Aria A Marca da Feiticeira A Morte do Capitão Marvel A Saga de Thanos A Teoria do Caos A Vingança do Submundo a voz do fogo adaptações adulto Adventures in the dc universe Alien All Star Comics America's Greatest Comics American Flagg Apache Skies Aquaman Arena Arkadian Arqueiro Verde artbook As Aventuras de Luther Arkwright Ás Inimigo asterix Átomo aula de gibi Avatar Press Avengers Aventuras de um empregado japonês Azul é a cor mais quente Bad World Badlands Ballistic batman beatles Behind Watchmen beowulf Biblia Bibliografia biografia Black Kiss Black Phanter Black Terror Blade Runner Blanche Epifany Blood Blueberry Boas Festas Bone Bump Caçadora calendário capas Capitão América Caricaturas Cartas Selvagens Cartões de Identidades cartoons Cavaleiro Solitário Cerebrus Champions Classic Chernobil cicatrizes Clássicos ilustrados Codex Arcana Coisa coletânea Colossus Comic Book Encyclopedia Comic Canceled Cavalcade comics Conan Concreto Contatos Imediatos do Terceiro Grau Contos Contos de Asgard Coringa corto maltese crossover Curiosidades Cyblade Darkness Dawn Dc Universe Online Legends demolidor Demônio da mão de vidro dentes-de-sabre Destrutor Diabolik dicionário Dick Tracy Disney divine right do inferno doctor solar documentário dolly Doom Patrol Dr. Estranho Drácula Dreadstar druuna Duna Echo El Diablo Elektra Elric elseworld em espanhol Em Francês Em italiano Emily The Strange Enciclopedia Epic Ilustrated Especiais Espectro Eternals Eu sou a lenda Eu vi... Exterminador 17 Exterminador do Futuro fables fábulas Falcão Negro Fangoria Comics Fantasma Fathom Fera filmes Firekind Flash Flash Gordon fontes para diagramação four star Fusão Galactus Gandhi Gerações Ghost Rider GI Joe gibis Girl & Boy Golem graphic novel Guarda Rato Guerra Kree Skrull Guerras Secretas Guerreiro guia Gun Runner Gunfire Harbinger Harley Quinn hawkman Haywire hellboy Hellraiser heroes Heróis em Ação Hieroglyph História da França Histórias curtas Holy Terror homem-aranha homem-de-ferro How to draw Howard the Duck Hq Européia Hulk Huntress ilustrações immortel Independência do Brasil Infestation Inimigos Comuns Invisíveis Iron and the Maiden Ivan Brun jogo Jonah Hex Jonny Double Jornada nas Estrelas Joseph Judge Dredd Justiceiro Kamandi Kitty Pride komiker Krazy Cat Kripta Krishna Lanterna Verde last man Last Planet Standing Legião Alien Legião dos Super-Heróis Leitura da semana LEOG Liefeld liga da justiça liga extraordinária livro Lobisomem Loki Lone Ranger Lorde Takeyama Man of Steel Mansão dos Segredos Marada Marshal Law Marvel Adventures marvel atlas Marvel Treasury Menz Insana Modern Master Modesty Blaise monstro do pântano Moonshadow Mordillo Morto do Pântano mortos-vivos mouse guard Ms. Marvel mulher maravilha Mulher-Gato músicas Namor Nick Fury Novo Universo O Detetive Sem Nome O Fantasma O Hobbit O Jardineiro Molhado O Livro das Trevas O monge e o demônio O Sombra Obergeist Oldboy oneshot Ópera gráfica Os Pequenos Perpétuos Pantera Negra pergunta Pernalonga Phantom Pinóquio Piratas do Tietê Pixotes Poder Supremo Popeye Power Company Predador pride of bahgdad primeira edição Príncipe Valente programa promethea quadrinho alternativo quadrinho nacional quadrinhos Quarteto Fantástico Ramayana Reinos Esquecidos Retenção Robotech ROM Runaways sandman Sargento Rock scketchbook Secret Agent X-9 Secret City Segunda Guerra Mundial Sem Comentário Shadowhawk short stories Silver Age of Comics silver star Silver Surfer Sin City Six from Sirius Sky Doll smax sounds spirit Star Trek Star Wars stardust Starman Strange Tales Strange Tales MAX Strangers in Paradise supeman super-homem Superboy Superhero woman supremo Supremos Surfista Prateado Tales of Mystery Tarzan Terminator Terra terror Thanos The Human Race The Mighty The Milkman Murders The Nazz The Nine Rings of Wu-Tang The Spirit of the Tao The Thnig from Another World The Twilight Zone Thor thunderbolts Tio Patinhas tirinhas tom strong top 10 Top Cow top ten TOP TOP TOP TOP-NOTCH COMICS Torneio de Campeões Transformers Transmetropolitan Trapalhões trinity Turma da Mônica Two-fisted Ultra-sete Usage Yojimbo v de vingança Vampirella veils Vigilante Vincent & Van Gogh vingadores Viúva Negra Void Indigo wanted War of the Independents Warlord watchmen what if wildstorm Witchblade wizard Wolverine Woman of Marvel Wonder Woman World War Hulks Wulf x-men Y zumbis

    Em algum lugar do passado...

     

    Sobre o Komiker Master

    Komiker Master é o líder supremo de todo Universo Komiker. Além disso, ele o único portador a espada prata que singra o espaço e que deixa até o Chuck Norris com medo quando escuta o tão famoso e temido WAAAAADJÁÁÁÁÁ

    Selo de Qualidade

    Missão

    Levar informação, cultura e principalmente entretenimento aos que não possuem formas de tê-lo fisicamente, então vai virtualmente mesmo.